terça-feira, 21 de junho de 2016

Dos sacrifícios dos políticos

Por ser o único Ministro que têm oportunidade de ver ao vivo, o único de origem, normalmente as pessoas aproximam-se de mim silenciosas, na ponta dos pés, circundam-me curiosas, reverentes, olham-me com muita atenção, para ver como sou feito. Às vezes chegam mesmo a espetar um dedinho para me tocar, como se eu fosse um totem.

É muito incomodativo, deixam-me cheio de dedadas.

14 comentários:

  1. Pobre Senhor Ministro, a ser constantemente tocado e beijado por estranhos... e pobre Maria Alice, 'tadinha, sempre de frasquinho de dettol (passo a publicidade) atrás, para desinfectar o seu querido Ministro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabe lá Mirone, às vezes a Maria Alice chega a ter de me puxar o lustro, tal é a quantidade de dedadas...

      Eliminar
    2. E diga-me uma coisa, Senhor Ministro, nunca ponderou deslocar-se dentro de uma campânula? Ou numa espécie de Papa Mobilie, um UMM adaptado com uns vidros, ou uma bolha Actimel - passo a publicidade novamente. Assim o povo podia vê-lo de perto. mas evitavam-se os constrangimentos de toques indesejados.
      Depois vendia uma espécie de relíquias )quais espécie, quais quê, verdadeiras relíquias, pois tratando-se de objectos do senhor ministro), uns retalhinhos de fatos que já não usasse, aspergidos com o perfume que usa.
      O povo ficaria feliz por possuir uma relíquia sua e o Senhor Ministro resolvia de vez o problema do déficit, consagrando-se de uma vez por todas o verdadeiro herói nacional, salvador da Pátria. Digo-lhe mais, era coisa para, no mínimo, no mínimo, hã?,mudar o nome da capital em sua homenagem, senão do país!

      Eliminar
    3. Vê-se bem que a Mirone é uma empreendedora. Se continuar assim ainda sou capaz de lhe atribuir uma secretaria de Estado...

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Também tira dedadas?

      (a Maria Alice normalmente borrifa-me com um spray e depois passa-me um paninho dos óculos... costuma funcionar bastante bem)

      (já viu isto, Maria Alice, o nosso blog até parece um blog de donas de casa! Estamos a progredir imenso nesta coisa de conviver com as pessoas comuns)

      Eliminar
    2. Deduzo que sim! é para nódoas...
      ...negras e afins...
      Mas se calhar isso do spray e do pano dos óculos é mais prático...
      Outra hipótese é esfregar as dedadas com um bocadinho de pasta de dentes e esfregar com um papel absorvente. Não só limpa como deixa a superfície a brilhar, completamente polida...
      ...mas esta só vale a pena em dedadas muito entranhadas...

      :)

      Eliminar
    3. Hirudoid? Bom, as bisnagas cabem em qualquer lado, não fará mal nenhum que traga uma ou duas sempre comigo.

      Muito obrigada pela partilha, Cançonetista Nacional Gil.

      Eliminar
    4. Homessa, por quem sois, D. Maria Alice.

      :)

      Eliminar
    5. Sô Gil, adorei aquela - a da - para nódoas :)

      Fico até arrepiada com a tua subtileza.

      Esse Ministro anda mesmo a precisar de um chá - de marmeleiro bem aviado. :)

      Eliminar
  3. Sr. Ministro, e um escafandro, nunca se lembrou? A Maria Alice não lhe arranja um, para os lados de Belém?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com certeza que arranjo um escafandro, ora veja:
      http://osenhorministro.blogspot.pt/2016/06/maria-alice-faca-as-malas.html

      Não há nada que A Secretária do Senhor Ministro não consiga arranjar.

      Eliminar